5 de Setembro de 2019 |

EPS Isopor®: Tudo o que você precisa saber

EPS Isopor®: Tudo o que você precisa saber

Você já o conhece pelos trabalhos escolares, pelas embalagens de seus eletrodomésticos, pelas caixas térmicas na praia e no churrasco, além das inúmeras aplicações no artesanato. Mas será que você conhece de fato todas as possibilidades e vantagens do EPS Isopor®?

Nós já explicamos aqui no Mundo Isopor® diversas aplicações e inovações desse material em diversos segmentos. Agora, se quiser entender de forma aprofundada tudo o que o EPS oferece para indústrias, comércios e consumidores, confira a coletânea de materiais, vídeos e eBooks gratuitos que separamos para você!

Como surgiu o EPS Isopor®?

A sigla EPS vem do nome em inglês, Expanded Polystyrene, que em português é traduzido como poliestireno expandido. O material surgiu originalmente em 1949, na Alemanha, e chegou ao Brasil apenas em 1960. A partir de 1988, o material se tornou conhecido no Brasil como Isopor®, o nome do EPS da Knauf.

Confira o vídeo que a Knauf lançou recentemente sobre o material!

Como funciona o processo de fabricação do EPS Isopor®?

O EPS é fabricado a partir e pequenos grânulos à base de petróleo, compondo a família dos plásticos recicláveis. No entanto, 98% do material é composto de ar e apenas 2% de poliestireno. Durante sua produção, o EPS passa por um processo de expansão, por isso o nome poliestireno expandido.

O material ainda pode ser moldado ou recortado, atendendo às necessidades de formato, densidade e dimensão de cada aplicação. Entenda os diferentes tipos e padrões de EPS!

A fabricação de EPS Isopor® é reconhecida pela sustentabilidade, atendendo a todas as normas da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Além disso, o material é atóxico e previne a proliferação de microrganismos, portanto, não contamina a água, o solo ou os lençóis freáticos.

Quer conhecer na prática como funciona a produção do EPS Isopor®? Assista o vídeo que o jornalista Iberê, do canal Manual do Mundo, gravou na fábrica da Knauf, apresentando cada uma de suas etapas!

Como o EPS Isopor® está presente em nosso dia a dia?

Apenas no Brasil, a produção de EPS Isopor® chega a aproximadamente 100.000 toneladas por ano. Apesar de ser principalmente conhecido pelas placas e caixas voltadas para o consumidor final, o segmento que mais utiliza o material no mundo todo é o da construção civil. Confira os artigos que preparamos sobre as diferentes aplicações do EPS Isopor® na arquitetura e engenharia!

Além disso, diversos outros segmentos industriais contam com as vantagens do EPS diariamente. O material é utilizado desde no transporte de alimentos, medicamentos e eletrônicos, até na fabricação de capacetes, equipamentos de segurança e, inclusive, pranchas de surf.

Há diversas utilidades inovadoras do EPS Isopor® que muitos ainda não conhecem, mas nós preparamos um eBook exclusivo justamente para te ajudar a entender as maiores possibilidades que esse material oferece para o nosso dia a dia. Baixe gratuitamente!

EPS Isopor®: Da produção ao descarte

Descarte e reciclagem do EPS Isopor®

No Brasil, cerca de 34,5 mil toneladas de poliestireno expandido são recicladas anualmente. Apesar de não ser biodegradável, o produto pós-consumo pode ser 100% reciclado. Assim, mesmo depois de descartado, o EPS Isopor® ainda apresenta diferentes possibilidades!

A reciclagem desse material pode ser:

  • Energética, voltada para a produção de energia elétrica térmica;
  • Mecânica, para a fabricação de novos objetos de plástico;
  • Química, para a fabricação de colas, solventes e, inclusive, sola de calçados.

Quer saber mais? Nós também temos um eBook exclusivo sobre esse assunto!

Tudo sobre a reciclagem de EPS Isopor

Caso queira conhecer mais sobre o EPS Isopor®, dê uma olhada no site da Knauf, líder mundial no processamento de poliestireno expandido, e não deixe de acompanhar o nosso blog. Nós trazemos conteúdos novos sobre nosso material preferido toda semana!



Leia Também