EPP e EPS no segmento automotivo

EPP e EPS no segmento automotivo

O EPP e o EPS estão presentes em seu dia a dia de diversas formas. Agora, você sabe exatamente o que são esses materiais, quais as diferenças entre eles e como ambos agregam vantagens em diferentes segmentos? Nesse artigo, nós vamos te ajudar a entender as principais características desses dois materiais e como ambos contribuem com o setor automotivo de formas que você nem imagina!

EPP e EPS: A diferença entre esses materiais na prática

Da mesma família de plásticos, o EPP (polipropileno expandido) e o EPS (poliestireno expandido – também conhecido como EPS Isopor®) são 100% atóxicos e recicláveis. Mas as semelhanças entre eles não vão muito longe... os dois materiais passam por processos de produção diferentes, bem como possuem aplicações distintas.

98% composto de ar, o EPS é fabricado a partir de pérolas de poliestireno que se expandem e podem ser moldadas ou recortadas, dando origem a produtos de diferentes formatos, dimensões e densidades, como as caixas térmicas e as placas de EPS Isopor®.

Enquanto isso, o EPP apresenta um processo de fabricação mais complexo, combinando a resina de polipropileno com outros componentes antes da expansão dos grânulos. No entanto, as técnicas de moldagem e as densidades também podem variar conforme a necessidade do produto final.

A leveza, a compatibilidade com outros materiais e a alta resistência contra impactos são algumas das características técnicas semelhantes do EPP e EPS. Agora, enquanto o primeiro (EPP) é marcado principalmente pela aplicação industrial, o segundo (EPS) é reconhecido especialmente por sua flexibilidade e adaptabilidade, com diversos usos tanto em aplicações domésticas como em segmentos industriais.

Cada uma dessas características do EPP e EPS proporciona benefícios fundamentais para o desenvolvimento e a inovação no segmento automotivo. Mas vamos explicar melhor sobre isso no próximo tópico!

EPP e EPS: Diferenças de aplicação no segmento automotivo

As propriedades mecânicas adequadas para suportar altos e sucessivos impactos e, ao mesmo tempo, a leveza própria do plástico, fazem com que o EPP atenda plenamente às exigências de eficiência mecânica e energética do segmento automotivo.

O polipropileno expandido tem aprimorado a fabricação de carros, aviões, caminhões, entre outros meios de transporte, proporcionando leveza e resistência desde à estrutura até às mais diversas peças automotivas. Assim, o EPP contribui decisivamente para a redução do consumo de combustível, proporcionando uma melhor relação custo x benefício.

Além disso, outra contribuição do EPP nos projetos automotivos é a segurança, com aplicações em várias partes críticas dos veículos, aprimorando ainda mais a classificação do critério Segurança e agregando maior valor ao consumidor final.

Já a leveza e a resistência do EPS são especialmente direcionadas para a fabricação de equipamentos de segurança, como capacetes para ciclistas e motociclistas, com propriedades decisivas para o atendimento às necessidades do segmento, como isolamento térmico e baixa absorção de água, garantindo maior conforto e também durabilidade aos produtos.

A Knauf Isopor® fabrica diferentes peças técnicas de EPP e EPS para o segmento automotivo. Conheça as principais soluções que a multinacional desenvolve para atender às particularidades do setor!



Leia Também