Consumo Responsável: Como tornar isso um hábito cada vez mais comum?

O consumo responsável, também chamado de consumo sustentável, é uma prática que deve ser adotada cada vez mais pela sociedade, uma vez que as decisões de compras causam efeitos no meio ambiente, na sociedade e na economia. Ou seja, ele afeta os três pilares da sustentabilidade.

Podemos não perceber, mas a todo momento e em simples atividades estamos consumindo algo. Ao lavar a louça e tomar banho, estamos consumindo água, enquanto ao ligarmos a televisão para assistir um filme ocorre o consumo de energia elétrica.

Por conta desses exemplos, ocorre a existência desse conceito. A ideia é que possamos continuar realizando as nossas atividades corriqueiras com o menor impacto possível no meio ambiente, já que os recursos disponíveis em nosso planeta são finitos e, portanto, vão acabar um dia.

Os impactos de não ser um consumidor responsável

À medida que a população aumenta, o consumo dos recursos naturais também aumenta quase na mesma proporção, gerando impactos positivos e negativos.

Em toda a cadeia, o consumidor é apenas a ponta final e, muitas vezes, não conhece todo o processo de fabricação de um produto, como a extração da matéria prima da natureza e outros recursos utilizados na produção, como a água e a energia.

Por consequência, a emissão de gases tóxicos acaba sendo um dos principais impactos negativos, já que eles são lançados na atmosfera através das indústrias e pelos meios de transporte.

O aumento do lixo também é um impacto negativo. Isso porque, com o aumento do consumo, maior será o lixo descartado, uma vez que são poucos os que realizam o processo de descarte correto.

De acordo com o estudo Cempre Review de 2019, realizado pela associação Compromisso Empresarial para Reciclagem, 83% da população brasileira não tem acesso a programas municipais de separação de lixo.

Portanto, está na hora de revermos todos os nossos hábitos para um desenvolvimento mais sustentável. Afinal, estamos consumindo mais recursos do que a capacidade de reposição da natureza, o que pode prejudicar as gerações futuras em pouquíssimo tempo.

Algumas dicas para adotar o consumo responsável

1.    Reduza o consumo de água e energia

A redução de consumo de água e energia nas indústrias tem se tornado pauta frequente nos planejamentos estratégicos. Isso porque diversas regiões do país sofrem com crises hídricas e o valor da energia elétrica no país é um dos mais caros de todo o planeta, segundo uma análise da Agência Internacional de Energia (IEA).

Para evitar o consumo desnecessário, é necessário a adoção de práticas que promova um uso mais eficiente de ambos, como o mapeamento dos equipamentos e setores que mais gastam e o investimento em tecnologias e serviços que tem como principal benefício a redução do consumo de energia.

Além disso, é fundamental realizar um treinamento para toda a equipe de modo que eles tenham consciência da importância do uso da água e da energia, para que também possam adotar essas práticas em suas casas. Com isso, ambos acabam beneficiados por conta da diminuição de risco de racionamento.

2.    Recicle os materiais sempre que possível

A reciclagem também é um processo importante para o consumo responsável. Isso porque os materiais  utilizados podem ser reaproveitados em outras funções, o que evita a extração de novas matérias-primas.

Outro motivo também é a redução do consumo de energia e outros recursos, uma vez que um material reciclado necessita de menos energia na produção. Diminuição da poluição, economia de custos e favorecimento da atividade rentável e geração de empregos são outros benefícios dessa ação.

Um exemplo desses materiais que são considerados amigos do meio ambiente é o EPS Isopor®, que possui plástico em sua composição, o que lhe permite ser 100% reciclável pós-consumo. É importante ressaltar que o uso desse material pelas empresas ajudam elas a terem uma pegada mais ecológica, beneficiando assim todos os seus envolvidos.

3.    Pesquise sobre a empresa antes de contratá-la

Antes de fazer a contratação de um serviço, é ideal conhecer bem a empresa. Ao consumir de empresas que prezam pela sustentabilidade, ocorre um crescimento consciente, de modo que elas acabam conquistando vantagem competitiva e incentivando a inovação.

Mas é importante ficar atento com empresas que se dizem sustentáveis, mas é apenas “fachada” para atrair novos clientes. Felizmente, diversas já entenderam a sua importância na sociedade e, por isso, já seguem diretrizes sustentáveis em suas operações.

Uma dessas empresas é Knauf, líder mundial no processamento de EPS Isopor®. Além de ter a sustentabilidade como um dos seus principais compromissos, todos os seus processos são seguidos conforme as diretrizes da PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos).

4.    Opte por embalagens sustentáveis

Por fim, opte sempre pelo uso de embalagens sustentáveis. Ao fazer uma compra, faça a escolha de produtos com menos embalagens ou que possam ser reutilizadas.

Um produto que poucos sabem que é reciclável é o EPS Isopor®. Muito importante para as operações da cadeia logística, o material é composto de 98% de ar e 2% de plástico, podendo ser reutilizado desde que seja descartado da maneira correta.

A Knauf é integrante do comitê de EPS Isopor® da ONG Plastivida e da ABIQUIM (Associação Brasileira da Indústria Química), associações com o objetivo de levar o conhecimento que o material EPS é 100% reciclado.

Outra ação da empresa é a disponibilidade de PEVs (Pontos de Entrega Voluntária) em suas unidades para o recolhimento do material pós-consumo e em seguida transformá-lo em novos produtos. Caso queira saber mais sobre as práticas sustentáveis da nossa empresa e os endereços de nossas unidades, clique aqui agora mesmo!

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos

Mais lidos

Rolar para cima