EPS se transforma em novos produtos

EPS se transforma em novos produtos

A logística reversa garante 100% de reaproveitamento do EPS

Cada vez mais presente em nossa rotina, o EPS por muito tempo foi discussão no quesito sustentabilidade. Atualmente o material é apontado pela PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos) como reciclável e pode se transformar em diversos produtos, além de voltar a ser o próprio EPS.

Mas nem todas as pessoas sabem da possibilidade da reciclagem do EPS. Uma pesquisa feita pela empresa de embalagens Meiwa, de São Paulo, apontou que apenas 7% dos brasileiros sabem que o EPS é totalmente reciclável. Por consequência, a separação do EPS com os demais produtos recicláveis, como vidro, papel e metal ainda é baixa.

De acordo com uma matéria publicada pela ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), o que falta é a conscientização do descarte correto dos resíduos que elas produzem. "Se há garrafas e embalagens de EPS poluindo rios e oceanos, isto se deve muito mais ao descarte inadequado do lixo do que a algum problema inerente ao plástico", pontua o presidente da ABIPLAST, José Ricardo Roriz Coelho.

Para ajudar nessa questão, empresas como a Knauf Isopor® estimulam a coleta seletiva e a reciclagem, com o programa de logística reversa, por exemplo, que permite o consumidor entregar o EPS usado para o processo de reciclagem da empresa.

Reciclagem do EPS e novos produtos

O processo de reciclagem pode ser feito de três formas: a reciclagem mecânica, que transforma o EPS Isopor® em matéria-prima para a fabricação de novos produtos; a energética, que usa o poliestireno para a recuperação de energia, devido ao seu alto poder calorífico; e, por fim, a reciclagem química, que reutiliza o plástico para a fabricação de óleos e gases.

Além de ser utilizado para esses processos, podemos afirmar o desenvolvimento de novos produtos a partir da matéria-prima do EPS, dependendo de como será feita a reciclagem.

É possível que o EPS se transforme também em rodapés e perfis, puffs, vasos, solados, decks de piscinas, brinquedos, colheres de plástico, suporte para tintas, solas de sapato, réguas, entre muitos outros.



Leia Também