• Inicio
  • Mercado
  • 4 principais cuidados para realizar a logística de medicamentos

4 principais cuidados para realizar a logística de medicamentos

Quando falamos sobre logística de medicamentos, estamos falando sobre os mais diversos processos que tem o objetivo de garantir eficiência em toda cadeia que começa na produção dos medicamentos e é finalizada com a chegada dos insumos aos locais de destino, como farmácias, clínicas e hospitais.

Faz parte dessa categoria o transporte de remédios, soros e vacinas, por essa razão, o órgão responsável por fazer a regulamentação e garantir padrões de qualidade é a ANVISA junto ao Ministério da Saúde.

Em setembro de 2019, os órgãos oficiais divulgaram a Resolução-RDC Nº 304, que aponta justamente quais são as boas práticas para transportar medicamentos.

O documento traz informações tanto sobre o transporte como armazenamento de medicamentos e dá orientações para as empresas seguirem as boas práticas. O objetivo principal é manter a fórmula do medicamento intacta e também evitar a contaminação, que pode ocasionar na perda de eficácia do produto.

Os objetivos são bastante coerentes especialmente se analisarmos que a fórmula de um medicamento pode sofrer alterações quando submetida a uma temperatura irregular ou microrganismos (chamados de antígenos) indesejados.

Os cuidados com a logística de medicamentos também ajudam a empresa a não sofrer com desperdício de insumos, o que gera gastos desnecessários e que podem ser resolvidos. Além disso, em um momento como o que estamos vivendo, perder doses de vacinas significa um atraso maior para a volta do “antigo-normal”.

Outro ponto de atenção é que o Brasil importa boa parte dos insumos. Segundo dados divulgados pelo BNDES ( Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), 90% dos ingredientes básicos para a produção de medicamentos foram importados da China e da Índia, o que demonstra uma necessidade muito grande do país em realizar um transporte e armazenagem seguros.

Para entender mais sobre como fazer o transporte de medicamentos e quais desafios o Brasil enfrentou (e ainda enfrenta alguns) durante a pandemia de Covid-19 temos um infográfico exclusivo sobre o assunto que você pode baixar gratuitamente clicando aqui!

4 cuidados na logística de medicamentos

1- Organize a demanda

Fazer uma boa gestão do estoque é o caminho certo para conseguir entregar produtos de qualidade. Isso se aplica em todos os segmentos, e para os medicamentos não seria diferente.

O armazenamento dos medicamentos é uma etapa importante que antecede o transporte e muitas empresas acabam pecando nessa etapa. É importante criar lotes específicos para atender a cada um dos insumos, além disso, eles também precisam estar em boas condições climáticas e ambientes vedados, que impeçam a entrada de microrganismos no interior do estoque.

2- Atente-se às condições necessárias para a logística de medicamentos

É importante ter atenção quanto aos prazos de validade e também evitar colocar insumos de diferentes exigências numa mesma leva para o transporte. Afinal, como você já deve ter entendido, cada medicamento é único.

Garantir o isolamento térmico para essas condições não é só recomendado, como também uma exigência da ANVISA, por isso, é fundamental ter em mente que não dá para abrir mão, em nenhuma etapa da logística, de itens que garantam a preservação da temperatura.

3- Planeje a melhor rota

Definir uma rota adequada é um jeito de garantir mais segurança durante o transporte de medicamentos. Buscar o caminho mais rápido, nem sempre é a melhor alternativa, já que o mais importante é conseguir uma estrada bem pavimentada para evitar acidentes e também furtos.

Ainda assim, o tempo de rota é fundamental, especialmente quando se possui uma capacidade de resfriamento limitada ou os compostos forem muito sensíveis à movimentação e ao clima. Nesses casos, os caminhos rápidos acabam sendo prioritários e devem ser levados em consideração no planejamento da logística.

O prazo da entrega também não pode ser deixado de lado ao se calcular a rota. Pense bem considerando o momento atual: como são as reações quando há atraso no lote das vacinas? E quais são também os impactos? Um atraso no calendário de vacinação.

4- Utilize embalagens de Isopor®

As embalagens de Isopor® são as mais indicadas para fazer a logística de medicamentos. Trata-se de um produto que atende diferentes necessidades para o segmento médico, atuando tanto no armazenamento de remédios, como também de vacinas.

Uma das grandes vantagens de utilizar o material para embalagens está na leveza e também no isolamento térmico, que como vimos, é uma das mais altas exigências de todas. Além disso, o material também é 100% reciclável, composto 98% de ar e 2% de poliestireno.

É importante contar com uma fabricante que disponha de diferentes tamanhos e formatos para acomodar perfeitamente os insumos, como é o caso da Knauf Isopor® que conta com uma linha de caixas exclusiva para a saúde, perfeitas para diferentes tipos de insumo e adequar a sua indústria às normas e regulamentações da ANVISA. Saiba mais sobre as vantagens de adotar o EPS Isopor® agora mesmo. Clique aqui e solicite um orçamento!

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos

Mais lidos

Rolar para cima