EPS é opção para uma decoração sofisticada e sustentável

EPS é opção para uma decoração sofisticada e sustentável

Além de deixar a casa mais bonita, prática e organizada, usar materiais recicláveis também contribui para a preservação do meio ambiente

Decoração e sustentabilidade são palavras que combinam muito bem. O mercado está voltado para reciclar cada vez mais materiais e o segmento de decoração não ficou para trás, uma pequena mudança deixará seu ambiente mais moderno, sofisticado e sustentável.

“O mercado recebe muito bem esses materiais. A aceitação do trabalho de decoração com materiais reciclados foi muito impactante pois algo que literalmente ia para o lixo, torna-se ora objeto de decoração, iluminação, obra de arte. Até recebi alguns prêmios pela inovação dos trabalhos que desenvolvo com filtros de café usados e EPS”, conta Rosely Ferraiol, Ecodesigner, criadora da arte reciclável com filtros de café e EPS.

De acordo com o Panorama Nacional dos Resíduos Sólidos de 2010, na transição do ano de 2009 para 2010 a geração de lixo no Brasil cresceu 6,8% a mais que a população. A pesquisa mostra também 6.7 milhões de toneladas que tiveram um destino que não passou pelo processo de reciclagem.

A produção de lixo no Brasil aumentou 29% de 2003 a 2014, o equivalente a cinco vezes a taxa de crescimento populacional no período, que foi 6%, de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). Por dia, o brasileiro gera, em média, 1,062 quilo de lixo.

A conscientização sobre a importância da reciclagem é a melhor maneira de reverter esse número. A reciclagem é uma atividade de recuperação e revalorização da matéria-prima descartada, que se transforma em um novo produto, retornando ao ciclo de produção.

Muitos pensam que a atitude de colocar o que não deseja mais para fora de casa, resolve o problema. É um grande engano, é aí que os problemas começam. É possível utilizar os materiais descartados para desenvolver novos e sofisticados objetos de todos os tipos e ajudar o meio ambiente.

No caso da decoração, as opções de materiais para reciclar são imensas e os resultados também, um método ressaltado por Ferraiol é a valorização da imperfeição, “quando pensamos em sustentabilidade não podemos querer objetos perfeitos. É necessário permitir a criação, mesmo que o material não esteja perfeito, ele está bem acabado e valorizar o imperfeito é minha inspiração”.

Além de ajudar o meio ambiente e desenvolver peças para deixar seu design de interior mais sofisticado, também é possível ganhar um dinheiro extra ou até mesmo trabalhar profissionalmente com projetos de reciclagem.

“Meu carro-chefe é o filtro de café, ele oferece sofisticação ao EPS, são duas opções de materiais que tranquilamente as pessoas conseguem desenvolverem em casa. O interessante é que o EPS é leve, com uma estrutura boa, e ele cria uma resistência e se mantem consistente”, indica Ferraiol.

Hoje existem cursos que ensinam como criar peças com materiais reciclado, o próprio EPS, por exemplo, é possível ser transformado em bolos fake, buquês de noiva, guirlandas de natal, árvores de natal, revestimentos de parede, puff, luminárias de ferro, entre outros.

“O EPS passa o aspecto de fragilidade, mas ele não é frágil, até pelo fato de eu revestir, pintar, etc, tenho peças há muito mais de 10 anos que eu fiz que estão intactas”, explica Ferraiol sobre a qualidade do material EPS.

Para escolher a densidade do EPS na hora da compra, é precisa avaliar qual produto será desenvolvido, pois depende muito do que será realizado. A Knauf Isopor® produz EPS Isopor® de todas as densidades que podem ser usados, inclusive, para decoração.

Para quem deseja aprender a realizar esses materiais, está disponível o curso Eduk, ministrado pela Rosely Ferraiol.



Leia Também