Qual é o futuro dos VEH (veículos elétricos híbridos)?

Com o avanço da tecnologia, novos carros estão surgindo, mas um ponto que chama a atenção no mercado é o modelo de carro que tem sido procurado. Os veículos elétricos híbridos têm ganhado cada vez mais destaque e segundo a revista britânica The Economist, a participação de carros elétricos ou híbridos deve atingir uma participação de 25% no mercado até 2030.

Um dos principais motivos por essa procura é a relação ecológica que ele abrange, uma vez que carros movidos a combustão são mais poluentes e alguns países já se preparam para limitar o seu uso, como é o caso de países europeus que se preparam para iniciar uma restrição a partir de 2030, até que os mesmos sejam completamente proibidos.

No entanto, o Brasil não anda pelo mesmo caminho e na mesma velocidade. O país ainda aposta em veículos VEH Flex (Etanol/Gasolina), que também diminui o impacto ao meio ambiente, já que o etanol reduz em média 89% dos gases causadores do efeito estufa, de acordo com a AIE – Agência Internacional de Energia.

Em contrapartida, já existem movimentações para o avanço dos veículos híbridos. O Governo de São Paulo, por exemplo, já a anunciou o programa Pró Veículo Verde, que visa a incentivar a produção de veículos híbridos, elétricos ou movidos a outra forma de energia limpa, o que irá conceder créditos de ICMS em empresas que investem em modernização de linhas, construção de novas fábricas ou desenvolvimento de produtos no Estado.

Além disso, a área de Segurança Pública e Educação do Estado de São Paulo também só passará a adquirir veículos sustentáveis para sua frota.

O que é um carro elétrico híbrido e como funciona um VEH?

A sigla VEH pode ser entendida como Veículos Elétricos Híbridos, categoria de carros que são associados a uma combinação de um motor de combustão com inovações ecologicamente corretas.

O veículo híbrido clássico usa mecanismos que permitem armazenar quantidades relativamente pequenas de energia e usá-la conforme necessário ao dirigir, especialmente durante a aceleração. Um motor elétrico adicional fornece excelente suporte para o sistema de combustão – independentemente do tipo de combustível pelo qual é alimentado.

Essa solução significa que o carro pode se tornar significativamente menos poluente para o planeta, usando os recursos elétricos disponíveis quando a necessidade de energia adicional for maior. Como resultado, a combustão pode se tornar expressivamente mais baixa e, ao mesmo tempo, não é necessário preparar um sistema de transmissão autônomo que permita ao carro dirigir independentemente do motor ‘padrão’, como é o caso dos híbridos plug-in (PVEHs).

As maiores diferenças nas forças que atuam sobre o carro estão presentes durante a frenagem, que é o momento em que o veículo híbrido “recupera” parte da energia cinética e a converte em energia elétrica. O processo oposto ocorre ao acelerar – neste caso, a energia armazenada na bateria é liberada. A eficiência e o suporte de direção ecológico de um carro híbrido dependem do estilo de direção.

Quais são as diferenças entre os híbridos VEH s e PVEHs?

Um veículo elétrico híbrido clássico é uma solução muito mais barata de se produzir do que um carro híbrido plug-in. Ele permite uma redução muito eficaz do consumo de combustível durante a condução diária, especialmente em condições urbanas. A eficácia dos VEH depende das condições em que o motorista está viajando.

Ao discutir as diferenças entre esses tipos de carros, também é importante entender como eles funcionam na mente do consumidor e como as diferenças de design se traduzem nas atitudes do consumidor em relação a essas soluções.

Um veículo elétrico híbrido clássico está mais estabelecido na mente do cliente do que um PVEH?

Os híbridos plug-in verdes também estão presentes na consciência do consumidor, mas têm um preço mais alto, o que pode ser uma barreira para muitas pessoas interessadas em soluções verdes.

No entanto, parece que um consumidor que tem uma compreensão básica de como funcionam os VEHs também apreciará as soluções de PVEHs. A variante plug-in oferece a possibilidade de dirigir por curtas distâncias usando apenas um motor elétrico, o que faz com que seja associado como veículos populares.

Essas soluções diferem significativamente em termos de seus princípios fundamentais de funcionamento, tornando difícil avaliar as expectativas e pontos comuns nas necessidades dos grupos-alvo VEH e PVEH.

Por que o desenvolvimento do mercado de VEH é importante e quais são as perspectivas de crescimento das vendas?

Um dos pilares da evolução do mercado automotivo é a otimização das soluções disponíveis atualmente. Um aspecto fundamental do desenvolvimento de tecnologias relacionadas ao VEH é que elas permitem o uso mais eficiente de recursos como gasolina ou eletricidade. Dadas as necessidades da infraestrutura de energia e a necessidade de reduzir o consumo de combustíveis fósseis, o desenvolvimento de inovações para VEH está se tornando um aspecto muito importante da implementação de novos padrões de eletromobilidade.

Esta questão não está apenas incluída nas estratégias de empresas automotivas individuais – o desenvolvimento deste tipo de tecnologia também é enfatizado por organismos internacionais, como a Comissão Europeia. A influência das autoridades que representam os interesses de diferentes países na promoção de soluções verdes e maior conscientização do consumidor pode efetivamente aumentar a demanda por VEHs.

Além de otimizar as soluções de corrente, é igualmente importante manter um certo equilíbrio ao implementar a eletro mobilidade. Depender apenas de VEs parece impossível devido às limitações das redes de energia – por esta razão, um número crescente de institutos de pesquisa está trabalhando em soluções relacionadas ao hidrogênio e outros meios alternativos de propulsão.

Não há necessidade de pesquisas inovadoras no caso de veículos elétricos híbridos, pois o conhecimento e a infraestrutura atuais permitem que a maioria dos fabricantes que atuam no mercado automotivo desenvolvam esse tipo de carro.

Soluções modernas para veículos híbridos

As soluções para veículos elétricos híbridos permitem o desenvolvimento de conjuntos de força eficazes, duráveis ​​e eficientes. A Knauf Isopor é uma empresa especializada em material EPS e promove ao setor automotivo o polipropileno expandido (EPP), material que corresponde a praticamente 40% de todo o plástico utilizado na indústria automobilística atualmente.

A Knauf aplica a leveza e resistência do material em peças técnicas. Além disso, o material também contribui com a segurança, realizando aplicações em várias partes críticas dos veículos, o que aprimora ainda mais a classificação do critério Segurança e agregando maior valor ao consumidor final.

É importante ressaltar que o material também é 100% reciclável.

Para saber mais sobre como a Knauf Isopor pode auxiliar em soluções automotivas, entre em contato agora mesmo com um de nossos especialistas.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos

Mais lidos

Rolar para cima